Agenda

< Setembro 2019 >
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
 
 
 
 
 

XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE SEXUALIDADE HUMANA

O XVII Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana, promovido pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana – SBRASH, acontece entre os dias 12 e 14 de setembro de 2019, no auditório da Escola de Governo do RN, com o tema: Sexualidade, o saber que liberta, e tem como objetivo promover a atualização científica e maior interação entre os profissionais e estudiosos envolvidos com o segmento. Tem como objetivos: 1º.) Contribuir para disseminar – junto aos profissionais, estudiosos e interessados na área da sexualidade – os conhecimentos sobre o assunto gerados nos últimos anos, mediante a apresentação e análise de trabalhos científicos de qualidade; 2º.) Proporcionar aos participantes interessados, oportunidades de reciclagem e aprimoramento técnico-profissional, com vistas a sua melhor atuação no mercado de trabalho; 3º.) Propiciar um espaço qualificado em que as empresas que criam ou comercializam produtos relacionados à sexualidade possam difundi-los junto aos especialistas da área; 4º.) Gerar oportunidades para negócios entre organizações privadas, governamentais e não governamentais e destas com profissionais e estudiosos participantes do Congresso; 5º.) Promover a prova de Titulação de Especialista em Sexualidade Humana pela SBRASH, conforme Estatuto da SBRASH. 6º.) Promover a premiação de trabalho científico e/ou vídeo digital a fim de incentivar o desenvolvimento e o amadurecimento de pesquisas científicas e novas tecnologias na área de Sexualidade Humana no Brasil.

II JORNADA DE PSICOLOGIA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL DO NORTE E NOROESTE FLUMINENSE ​ Temas contemporâneos em Psicologia: Existências Dispersas

Após o grande sucesso da primeira edição do evento em 2018, a II Jornada de psicologia fenomenológico-existencial do Norte e Noroeste Fluminense busca ampliar seu campo de reflexão sobre as temáticas da psicologia e do cotidiano, agora abordando "Temas contemporâneos em psicologia: Existências dispersas". O evento, que nasceu no último ano sob a tutela do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicologia, Fenomenologia e Existencialismo - NEPPFE, vinculado ao Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense - UFF de Campos dos Goytacazes, agora se enrobustece em sua organização com as parceiras do Programa de Pós-Graduação em Cognição e Linguagem - PPG UENF, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia - ANPEPP, através do Grupo de Trabalho - GT Fenomenologia, saúde e processos psicológicos e da Associação Brasileira de Psicologia Fenomenológica - ABRAPFE. Fundado no ano de 2014, ainda enquanto Grupo de Pesquisa, o NEPPFE desde então tem direcionado seus projetos, nas esferas do ensino, da pesquisa e da extensão, de modo a desenvolver o aprofundamento teórico de questões de relevância no contemporâneo em suas interfaces com a psicologia, sob a perspectiva do olhar fenomenológico, detendo-se sobre pensadores de significativa expressão na história deste movimento, tais como Edmund Husserl, Martin Heidegger, Maurice Merleau-Ponty, Hanna Arent, Jean Paul Sartre, dentre outros. ​ Ao longo de seus quatro anos de existência, o NEPPFE organizou diversos eventos de cunho acadêmico, bem como desenvolveu diversas produções apresentadas nos mais variados eventos ou meios de publicação de trabalhos acadêmicos. O trabalho desenvolvido até então nos levou a identificar uma crescente demanda pela ampliação dos debates e consolidação do campo fenomenológico e existencial na região e nas áreas contíguas ao município de Campos dos Goytacazes. Neste sentido, nasceu a iniciativa da realização da primeira Jornada no ano de 2018, evento que explicitou naquela oportunidade a expressiva demanda na região pela amplificação de reflexões e debates nos campos fenomenológicos e existenciais na psicologia. Com isso, dando seguimento ao atendimento de tal demanda e buscando dar continuidade a um diálogo interinstitucional com os profissionais e estudantes da região com professores e pesquisadores de reconhecidos conhecimentos e de vastas produções no campo teórico em questão, nasce esta segunda Jornada que se propõe a ser o maior evento do campo em questão em nossa região. ​ Por fim, o NEPPFE - UFF, o PPG em Cognição e linguagem - UENF, a ANPEPP através do GT Fenomenologia, saúde e processos psicológicos e a ABRAPFE têm a honra de convidar a todos para compartilharem este momento de reflexões e produções de modo a desenvolver profícuos olhares sobre os fenômenos mais recorrentes no cotidiano da labuta do profissional da psicologia visando ao permanente aprimoramento dos profissionais psis para as reflexões e a lida com as mais variadas demandas da psicologia e do cotidiano que emergem na vida social contemporânea através da II Jornada de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Norte e Noroeste Fluminense - Existências dispersas.

Curso de Prevenção e Posvenção ao Suicídio

POR QUE PREVENÇÃO E POSVENÇÃO AO SUICÍDIO? Cerca de 1 milhão de pessoas se mata por ano no mundo - um suicídio a cada 40 segundos. No Brasil, em 2016, foram mais de 11 mil mortes, uma a cada 46 minutos, número superior às vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Ainda assim, esta questão de saúde pública continua sendo um tabu! Tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, muitas vezes, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas. Estima-se que as tentativas ocorrem na ordem de vinte ou mais vezes para cada suicídio consumado, o que significa uma a cada três segundos. Segundo a OMS, 90% dos casos de suicídio poderiam ser evitados. Aprender mais sobre o assunto, debater e compreender são importantes caminhos para a prevenção. Nesta proposta de contribuir com a plena capacitação, o curso ainda vai contar com a participação da psiquiatra Fernanda Benquerer, com larga experiência na área. Indicado, principalmente, para estudantes e profissionais das áreas da saúde, educação, mídia, policiais, bombeiros, líderes comunitários e religiosos, o curso terá 16 horas entre discussões teóricas e de práticas de atendimento sobre comportamento suicida e luto de suicídio. O objetivo é qualificar os participantes, dando uma maior profundidade sobre esse fenômeno complexo e multideterminado. Além de se falar da prevenção, será falado da posvenção, que tem papel decisivo no sentido de contribuir para reduzir o sofrimento dos sobreviventes.