Notícias

16/12/2018 - 12:15

Apaf aprova criação do CRP-24

Criação do novo Conselho Regional é demanda antiga das (os) psicólogas (os) dos estados de Rondônia e Acre

O Sistema Conselhos passará a contar com mais um Conselho Regional a partir de 1º de janeiro de 2019. Trata-se do Conselho Regional de Psicologia da 24ª Região (CRP-24), que abrangerá os estados de Rondônia e do Acre, que terá sede em Porto Velho (RO) e uma seção no Acre. Os estados se desmembram do CRP-20, que agora reúne os estados do Amazonas e Roraima.

A aprovação da Resolução que cria o novo CRP aconteceu durante a Assembleia das Políticas, da Administração e das Finanças (Apaf), neste sábado (15), em Brasília. O desmembramento considera a necessidade de maior descentralização da gestão da entidade, proporcionando a mobilização e participação das(os) profissionais de cada unidade da federação. Os recursos para aquisição da sede e subsede do novo Regional estão garantidos.

Segundo a vice-presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Ana Sandra Fernandes Nóbrega, é muito importante que as (os) psicólogas (os) locais estejam envolvidas (os) no processo de implantação do CRP-24 para a valorização da profissão na região.

Cleibson André Nunes Torres, da Comissão de Desmembramento, é de Rondônia e destacou a importância do momento. “Queremos ressaltar que este é um momento que Rondônia sempre esperou, que a categoria precisa. Temos uma dimensão geográfica muito intensa e queremos convidar os nossos colegas profissionais para se aproximarem do CRP-24”.

“Estamos aqui afirmando que a gente existe, ficamos na parte mais ocidental do Brasil, fazendo psicologia de qualidade, estamos organizados e queremos crescer, hoje temos quatro faculdades no estado do Acre formando psicólogos”, afirmou Macleine de Melo, do Acre e também da Comissão de Desmembramento.

Luciana de Carvalho Rocha, também da Comissão pelo Acre, reforçou a identidade da população da região “Nós somos os povos da floresta com muito orgulho”, comemora.

O psicólogo Jacson Melo de Carvalho, de Rondônia, também da Comissão de Desmembramento, falou sobre as peculiaridades da região. “Nós temos uma área de muita exploração, uma área de fronteira agrícola, com mais de 60 tribos indígenas e ribeirinhos onde falta muita política pública”, explicou.

A aprovação da resolução que cria o CRP-24 é uma antiga demanda da profissão no Norte do país. Em maio de 2018 a Apaf aprovou relatório apontando a viabilidade administrativa e financeira sobre o desmembramento do CRP-20. O processo de discussão começou a ocorrer durante eventos preparatórios para o VIII Congresso Nacional de Psicologia (CNP), em 2013.

Para o presidente do CRP-20, Gibson Alves dos Santos, o desmembramento leva em consideração as peculiaridades e demandas que a região amazônica tem. “Estamos conseguindo atingir um objetivo que é de atender os psicólogos das áreas mais longínquas”, avaliou. O presidente agradeceu ao CFP por ter caminhado junto ao regional neste processo.

Os estados de Rondônia e do Acre possuem juntos 2.639 psicólogas (os). Os estados da Amazônia e Roraima têm 5.025 psicólogas (os).