Notícias

21/12/2018 - 14:23

CFP debate a Política Nacional de Assistência Social nos presídios

Construção de uma política nacional de assistência social no âmbito do sistema prisional foi pauta da reunião no DEPEN.

A apresentação da Política Nacional de Assistência Social, bem como a construção de uma política nacional de assistência social no âmbito do sistema prisional foi pauta da reunião realizada no dia 28 de novembro, na sede do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), em Brasília.

O objetivo da reunião foi reunir profissionais que atuam no campo da assistência social nos âmbitos Federal, Estadual e de Conselhos de Classe para pensar a construção de políticas públicas para pessoas em restrição de liberdade.0020

A conselheira do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Márcia Badaró, participou do debate e falou da importância em reunir em torno do tema psicólogas(os) que trabalham nas diferentes instâncias da rede de assistência social, campos da Psicologia que interessam ao Sistema Conselhos.

Márcia ressaltou que o CFP, por meio do Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (Crepop), produziu pesquisa e referências técnicas para atuação das(os) psicólogas(os) na assistência social. “As referências técnicas foram produzidas nas áreas da execução penal e da saúde. Portanto, incluir a política de assistência social no âmbito do sistema prisional é um avanço necessário na garantia dos direitos humanos”, complementou.

A conselheira do CFP destacou ainda a importância do convite do Depen ao CFP pela parceria histórica das entidades, que construíram juntos a cartilha “Diretrizes para atuação e formação dos psicólogos no sistema prisional brasileiro”, publicada em 2007.

Além do CFP, participaram da reunião representantes da Universidade de Brasília (UNB), Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS) e Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN).