Notícias

08/03/2019 - 7:20

CFP promove Diálogo Digital em comemoração ao Dia da Mulher

Os desafios para avançar e a contribuição da Psicologia para a luta das mulheres brasileiras estão entre os temas da atividade

Fonte: CFP

Neste 8 de março, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) presta a sua homenagem à mulher brasileira, compondo a luta pela valorização do protagonismo feminino ao incentivar e aproximar o diálogo entre muitas e diferentes mulheres. E para marcar a data, o CFP vai promover, no dia 19 de março, às 16h, o Diálogo Digital “Desafios para avançar as lutas das mulheres: interlocuções com a Psicologia”.  O debate será transmitido ao vivo a partir das 16h pelo site e redes sociais do CFP.

O objetivo da atividade é falar sobre os desafios das mulheres no contexto atual, abordando temas referentes à formação profissional, racismo, transfobia, questão de gênero e a contribuição da Psicologia para o enfrentamento dessas questões no contexto social e político atual.

Essa edição do Diálogo Digital contará com a participação da conselheira do CFP, Jureuda Guerra e as mulheres convidadas Gabriella Silva, Jaqueline Gomes de Jesus e Alayde Maria Pinto Digiovanni.

Você pode participar do Diálogo Digital mandando perguntas para o e-mail comunica@cfp.org.br, pelo WhatsApp (61-9.9554-5738) ou pelos canais do CFP nas redes sociais usando a hashtag #DiálogosCFP.  O evento, realizado na sede do CFP, em Brasília, será transmitido pelo site do CFP, Facebook e Youtube do Conselho.

Ações na área

São várias frentes de atuação do CFP à temas ligados às mulheres. O combate à violência contra a mulher, ainda tão presente em nossa sociedade, está entre as lutas da Psicologia em prol da garantia dos direitos femininos.

Entre as ações mais recentes do CFP sobre o assunto está a formação, em maio de 2018, do grupo de trabalho (GT) Políticas para Mulheres, criado pela Assembleia de Política, Administração e Finanças (Apaf). O coletivo reúne psicólogas de todas as regiões do país com o objetivo de discutir as políticas do Sistema Conselhos de Psicologia e produzir estratégias e subsídios sobre a questão da violência contra as mulheres, incluindo o feminicídio. No Brasil, a taxa de feminicídios é de 4,8 para 100 mil mulheres – a quinta maior no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Outra ação de suma importância é a parceria entre o CFP e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), formalizada em julho de 2018, firmando o protocolo de intenções para viabilizar o atendimento integral e multidisciplinar às mulheres e seus dependentes em situação de violência doméstica e familiar. O objetivo é trabalhar em conjunto com tribunais de Justiça, Conselhos Regionais de Psicologia (CRPs) e universidades para viabilizar esse atendimento integral. O projeto piloto já está em curso no estado do Rio Grande do Norte.