Notícias

14/06/2016 - 17:25

CNAS apresenta seu Plano Decenal aos Conselhos Estaduais de Assistência Social

O CFP tem vaga de suplência na instância e participará de comissão de acompanhamento da atuação desses colegiados

O Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) apresentou, na última semana, seu 2º Plano Decenal aos Conselhos Estaduais de Assistência Social (Ceas). O documento será o subsídio para a elaboração dos planos municipais e estaduais para os anos de 2016 a 2026.

Na 244ª Reunião Ordinária da instância, realizada entre terça-feira (7) e quinta (9), também foram empossados os novos conselheiros que atuarão no próximo biênio – dentre eles, um representante do Conselho Federal de Psicologia (CFP) em vaga de suplência de representação dos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Os novos conselheiros, eleitos ainda na gestão da presidente afastada Dilma Rousseff, atuarão até 2018. Dentro do Conselho, a autarquia da Psicologia atuará na Comissão de Acompanhamento, que tem como objetivo monitorar as políticas e a operacionalização dos planos de ação. O representante do CFP, o psicólogo Leovane Gregório, destaca a importância da Comissão: “Entendemos que neste momento, ainda mais agora com esta mudança de governo e tempo instável, é importante trabalhar mais próximo aos conselhos estaduais e municipais para poder ajudar a implementar de fato o Plano Decenal, fazendo a discussão com os estados e municípios para que façam seus planos de atuação”.

O conselheiro suplente explica que, além do definido no Plano Decenal, foi exposta na 10ª Conferência Nacional de Assistência Social a necessidade o foco de atuação nas questões regionais. “Temos que trabalhar as ações do Suas com os três entes federados – município, estado e federal –, para que possamos ter continuidade da consolidação do Suas, para atender de fato toda a população”, diz. Segundo Gregório, o objetivo também é acompanhar os estados e municípios para que se garanta, por exemplo, a participação de trabalhadores e usuários nos conselhos dessas esferas.

Para o representante do CFP, o envolvimento da autarquia no CNAS é essencial para o desenvolvimento das ações da Psicologia na Assistência Social. “A gente vem desde 2014 fazendo um trabalho nesse sentido por meio da Comissão e da Psicologia na Assistência Social (Conpas) e também atuando no Fórum Nacional dos Trabalhadores do Suas”, pontua.

Saiba mais:

Conselheiros da Gestão 2016 a 2018 são empossados

CNAS entrega o II Plano Decenal aos Conselhos Estaduais de Assistência Social

Foto: CNAS