Notícias

31/08/2015 - 10:19

Comissão do CFP participa de I Seminário de Psicologias das Emergências e Desastres

Comissão Nacional de Psicologia das Emergências e Desastres do CFP ministrou uma oficina com profissionais diretamente envolvidos na Gestão de Riscos em Desastres

Aconteceu no último dia 25 de agosto, o I Seminário de Psicologias das Emergências e Desastres “Como trabalhar da prevenção à recuperação”, que contou com a presença de representantes do Conselho Federal de Psicologia (CFP). O evento fez parte da semana de atividades comemorativas do Conselho Regional de Psicologia de Goiás (CRP-9ª Região) em homenagem ao Dia do (a) Psicólogo (a).

Desastre_IonaraDurante o seminário foram apresentados e debatidos, entre outros assuntos, o acidente radiológico de Goiânia, amplamente conhecido como acidente com o Césio-137, e ocorrências nos municípios de Goiás, entre eles os pontos de alagamento em Goiânia, a partir de um mapeamento apresentado pela Defesa Civil.

O objetivo foi ampliar o debate para a gestão de risco em desastres, razão pela qual foram convidados representantes de várias secretarias municipais da Saúde, de Assistência Social, corpo de bombeiros e agentes da defesa civil, além das (os) psicólogas (os) envolvidos em políticas públicas na área da Psicologia das Emergências e Desastres. Experiências como a da participação comunitária na redução de vulnerabilidades, da psicóloga Solange Araújo, também ilustraram o evento com casos de sucesso da intervenção da Psicologia em comunidades que podem sofrer com desastres naturais e a mobilização social que pode ser feita para evitar que haja vítima.

Também tiveram participação no seminário, representando o CFP, Eliana Torga, coordenadora da Comissão Nacional de Psicologia nas Emergências e Desastres da autarquia, Ionara Rabelo, José Mário Brito e Débora Noal, que ministraram uma oficina

Desastre_Ionara2

sobre ações que poderiam ser tomadas em situações de desastre. Segundo Ionara, “foi um exercício muito produtivo, porque os representantes de secretarias e da Defesa Civil se colocaram nas situações e pensaram o que é primordial, básico, a ser pensado no estabelecimento de estratégias de atenção às vítimas. Assim, conseguimos propiciar que todas as profissões envolvidas em casos de desastres e acidentes pudessem pensar juntas, e não isoladamente, e como, principalmente, qual o aporte que a Psicologia traz para se diminuir os riscos de sofrimento psíquico”.

De acordo com Ionara, essa é a primeira de algumas oficinas que serão ministradas pela comissão. A próxima está sendo planejada para a região Norte do país.

Além do I Seminário de Psicologias das Emergências e Desastres, o CRP promoveu a  I Jornada de Neuropsicologia, a I Jornada de Psicologia Organizacional e do Trabalho e o Debate da Comissão de Psicologia Jurídica. Para o presidente do CRP, Wadson Arantes Gama, a intenção foi contemplar diversas temáticas como uma forma de atender às expectativas e anseios da categoria de atualização.