Notícias

18/08/2017 - 13:59

Inteligência coletiva: conselhos compartilham experiências de TI

Encontro nacional reuniu conselheiros e funcionários dos CFP e CRPs para pensar ações coletivas na área de tecnologia da informação

Discutir propostas, planejar ações coletivas e trocar experiências práticas sobre tecnologia da informação. Com esse objetivo, funcionários e conselheiros federais e regionais de Psicologia se reuniram em Brasília/DF, dias 16 e 17 de agosto, no Encontro Nacional de Tecnologia da Informação.

Durante os dois dias de atividade foram discutidos vários temas relacionados ao uso de tecnologias da informação no dia a dia dos Conselhos de Psicologia, tais como: sistema de cobrança registrada, Siscaf.Net, Sistema Eletrônico de Informações (SEI), Portal da Transparência, Rede de Tecnologia da Informação, projeto de atualização da Carteira de Identidade Profissional.

Representando a diretoria do CFP na abertura do evento, o conselheiro Pedro Paulo Bicalho ressaltou a importância de os conselhos de Psicologia cada vez mais se unirem para atuar efetivamente como um sistema, com ações mais coletivas e eficazes. “Buscar a tecnologia para nos ajudarmos, para nos comunicarmos melhor, para nos aproximarmos mais da nossa categoria, que já soma 298 mil psicólogas e psicólogos em todo o Brasil”.

Nessa perspectiva de atuação coletiva, Bicalho relembrou de outros momentos importantes de trocas de experiência entre os conselhos, como o Encontro Nacional das Comissões de Orientação Ética (COE) e Orientação e Fiscalização (COF), realizado no mês de julho. Na mesma linha, a coordenadora geral do CFP, Miraci Mendes, ressaltou que o Conselho Federal de Psicologia tem investido na promoção de atividades e na utilização de ferramentas que permitam um diálogo mais próximo entre conselheiros e equipes do CFP e dos CRPs, exemplo das reuniões hangout realizadas entre as equipes de Comunicação do CFP e dos CRPs para uma estratégia coletiva de divulgação das comemorações do Dia da/o Psicóloga/o (27 de agosto).

Inteligência coletiva

Para o supervisor de Tecnologia da Informação do CFP, Leomar Santana, é fundamental construir espaços que permitam pensar, ouvir e falar sobre tecnologia não apenas sob a ótica dos profissionais desenvolvedores, mas acessíveis a todos que a utilizam no dia a dia. “Esse encontro é uma oportunidade para avaliar necessidades de cada regional, compartilhar experiências, pensar ações futuras e sistemas que iremos desenvolver em conjunto para melhorar os serviços prestados à categoria de psicólogas (os)”, disse.

Uma das ferramentas mais recentes de tecnologia da informação que o Conselho Federal de Psicologia decidiu adotar é o Sistema Eletrônico de Informações (SEI). O sistema, em fase de implementação na casa, reúne os quatro princípios que têm norteado a atuação do CFP na área de tecnologia: independência tecnológica, economia dos recursos públicos, transparência nos códigos e trabalho colaborativo com inteligência coletiva.