Notícias

24/12/2020 - 8:13

BOAS FESTAS

O CFP deseja que 2021 seja o ano do cuidado da preservação das vidas. E que nossa vontade de transformar a sociedade seja maior que os desafios que se impuserem

Enfrentar uma pandemia sem precedentes certamente tornou o ano de 2020 o mais desafiador das últimas décadas. Foi preciso reinventar maneiras de trabalhar, de conviver, de se expressar e de compreender a vida.

Para o XVIII Plenário do Conselho Federal de Psicologia, que iniciou sua gestão em 2020, foi um desafio a mais: gerir a maior entidade da Psicologia brasileira com o zelo e o cuidado que a categoria e a sociedade pedem, especialmente em um contexto da crise sanitária da Covid-19, tão complexa e profunda, e que tanto demanda ações e respostas da Psicologia.

Desde o começo, o CFP buscou construir, de forma conjunta e dialogada, os caminhos para a superação dos desafios postos pela conjuntura, na compreensão de que a Psicologia – enquanto ciência, profissão e atuação política – está à serviço da promoção da saúde, do enfrentamento das desigualdades, da defesa dos direitos humanos e da construção de uma sociedade fraterna.

Mantivemos diálogos com psicólogas e psicólogos de todo país, com os Conselhos Regionais, com outras categorias profissionais e também com diversos conselhos de direitos e espaços de participação e construção coletiva. Com muita união, muito diálogo, compromisso e trabalho, reafirmamos as bandeiras históricas da Psicologia sem esquecer nosso papel de regulamentar, orientar e fiscalizar o exercício profissional.

O Conselho Federal de Psicologia deseja a toda a categoria e a toda a sociedade que 2021 seja o ano do cuidado e da preservação das vidas. Seguiremos construindo a Psicologia brasileira cada vez mais diversa e inclusiva, com ética profissional e comprometida com a garantia de direitos. E que nossa vontade de transformar a sociedade nunca esmoreça.