Comissão de Direitos Humanos

As(os) integrantes da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia (CDH/CFP) tomaram posse no dia 24 de março de 2020, após deliberação do Plenário em reunião realizada entre os dias 31 de janeiro e 2 de fevereiro de 2020. A CDH/CFP foi instituída pela Resolução CFP Nº 11/98.

Atribuições

A CDH, órgão permanente do CFP, tem como atribuição incentivar a reflexão sobre os direitos humanos inerentes à formação, à prática profissional e à pesquisa em Psicologia, intervir em situações em que existam violações dos direitos humanos que produzam sofrimento mental e participar de todas as iniciativas que preservem os direitos humanos na sociedade brasileira. Além disso, busca apoiar o movimento internacional dos direitos humanos e estudar todas as formas de exclusão que violem os direitos humanos e provoquem sofrimento mental.

O papel do CFP e, em particular, de sua Comissão de Direitos Humanos, é produzir alguns consensos e tratar de temas que orientem a prática da(o) psicóloga(o) no campo e no quadro de sua ética e respeitando seu vínculo com a Carta dos Direitos Humanos. Isto sempre no âmbito de estado laico e de total respeito à liberdade religiosa.

Composição da CDH/CFP

A composição dos integrantes da nova Comissão foi definida pelo Plenário do CFP e é formada por profissionais que têm se destacado na luta pela defesa dos direitos humanos. Os integrantes são provenientes de diversos estados do país, abrangendo, assim, a diversidade das práticas de direitos humanos no Brasil.

MARIA DE JESUS MOURA
Psicóloga, Mestra em Psicologia (social) pela UFPE/ 2008, pós-graduação em Psicologia Clínica de Orientação Analítica pela UNICAP/ 1996. Graduada em Licenciatura e Formação em Psicologia na Faculdade Esuda /1985. Experiência como coordenadora do Núcleo de Estudo em Relações Raciais Dandara dos Palmares NUDARA 2017/2019, Docente, supervisora de Estágio em Plantão Psicológico e Clinica Social no Centro Universitário Estácio do Recife 2010/2019. Docente na Faculdade dos Guararapes 2009/2017 Docente nos cursos de Pós-Graduação de Psicologia do Trânsito (Faculdade Esuda), Avaliação Psicológica (Faculdade Frassineti do Recife), Família, Gênero e Sexualidade (Faculdade Osman Lins). Professora universitária com experiência nas áreas de Psicologia e Educação, atuando principalmente nas seguintes disciplinas: Ética, Ética Profissional, Psicodiagnóstico, Avaliação Psicológica, Psicologia Social, Organização e Políticas Públicas, Direitos Humanos e Relações Étnico-Raciais. Pesquisa e estudos em Relações Raciais e Subjetividades, Gênero, Direitos Humanos e Dependência Química. Em consultório particular trabalho com Psicoterapia, Psicodiagnóstico e Orientação profissional no Ilê Psi – espaço de cuidado e apoio psicológico. Experiência de coordenação do Centro de Referência Clarice Lispector, Centro da Juventude, CRAUD – Centro de Referência de Usuários de Drogas e do Programa ATITUDE – atendimento a usuários de drogas, do SUAS. Coordenadora da Comissão de Direitos Humanos do CFP em 2019 e Colaboradora da Comissão de Avaliação Psicológica, Direitos Humanos e Enfrentamento ao Racismo do CRP 02. Membro da ANPSINEP – Articulação Nacional de Psicólogas/os Negras/os e Pesquisadoras/es das Relações Raciais e Subjetividades, da ABRASME – Associação Brasileira de Saúde Mental e da ABRAPSO – Associação Brasileira de Psicologia Social. Conselheira do Conselho Federal de Psicologia nas XVII e XVIII Gestões.

IOLETE RIBEIRO DA SILVA
Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário de Brasília (1990), mestre (1998) e doutora (2004) em Psicologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é Professora Adjunto IV da Universidade Federal do Amazonas, Presidente do Conselho Regional de Psicologia 20a Região AM/AC/RR/RO (2011-2013), Secretária Adjunta do Fórum Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente ((2008/2009, 2012/2013), Integrante do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (2012/2013). Foi Conselheira Titular do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (2011/2012), Conselheira do Conselho Nacional de Assistência Socrial (2010-2011), integrante da Coordenação Política do Fórum Nacional de Assistência Social (2010-2011), Secretária da Região Norte no Conselho Federal de Psicologia (2005-2010). Desenvolve pesquisas nos seguintes temas: atuação do psicólogo nas políticas públicas de educação e assistência social com foco na promoção dos direitos humanos da população amazônica; aspectos psicossociais da desigualdade e processos de transformação social; psicologia, movimentos sociais e processos de inclusão de crianças e adolescentes; processos de escolarização dos povos amazônicos em seus diferentes contextos.

EMATUIR TELES DE SOUSA
Mestrando em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Especializando em Psicologia Clínica Gestáltica pelo Instituto Granzotto de Psicologia; Conselheiro e membro da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Santa Catarina – CRP-12 (Gestão 2016-2019); Possui graduação em Psicologia pela Universidade do Sul de Santa Catarina – Campus Grande Florianópolis (2013); Possui Formação em Gênero e Sexualidade pela UFSC. Tem experiência na área de psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação Acadêmica, Ação Afirmativa, Categorias Identitárias, Monitoria, Gênero e Sexualidades, Gênero e Educação. Atuou como Tutor na Modalidade de Ensino a Distância no curso de Especialização de Gênero e Diversidade na Escola, promovido pelo Núlceo de Identidade de Gênero/ Centro de Filosofia e Ciências Humanas/ UFSC. Interessa-se por temáticas relacionas a Gênero e Sexualidades, Processos de Subjetivação, Teoria Queer, despatologização das travestilidades e transexualidades, bem como a intersecção destas temáticas com a profissão da psicologia, com os movimentos Sociais e com os processos históricos e Culturais.

TATIANA LIONÇO
Possui graduação (1999), Mestrado (2002) e Doutorado(2006) em Psicologia pela Universidade de Brasília. Pesquisa questões relacionadas aos direitos humanos e sexuais. Atuou em consultorias para o governo federal e na Anis – Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero em pesquisas relativas a direitos sexuais e direitos humanos e sua relação com as políticas públicas, sobretudo nos setores saúde e educação. Participou do processo de construção da norma técnica Processo Transexualizador no SUS. Atualmente é professora dos cursos de graduação e mestrado em Psicologia no UniCEUB.

FILIPPE DE MELLO LOPES
Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), Graduação em Psicologia pela mesma instituição. Psicólogo no município de São Tiago- MG. Foi conselheiro do XV Plenário do Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais (CRP-MG). Foi coordenador da Comissão de Saúde Mental, álcool e outras drogas e, colegiadamente, da Comissão de Relações étnico-raciais do CRP-MG. Foi coordenador de Saúde Mental do município de São João del Rei e participou da implantação do Centro Regional de Referência em Formacao em Políticas sobre Drogas da UFSJ (CRR/UFSJ).

CLAUDIA ANDRÉA MAYORGA BORGES
Doutora em Psicologia Social pela Universidade Complutense de Madri – Espanha com foco em estudo sobre gênero, política e feminismo. É professora do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais e do Programa de Pós-graduação em Psicologia. Coordena o Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão Conexões de Saberes na UFMG. Áreas de pesquisa e extensão: Psicologia Social e Feminismo com os seguintes temas: análise interseccional da desigualdade social brasileira; psicologia comunitária e intervenção psicossocial; participação social e política; democratização da universidade e ações afirmativas; epistemologia feminista e metodologias participativas. Atualmente é Pró-reitora de Extensão da UFMG (2018-2022).

ANDRÉA FERREIRA LIMA ESMERALDO
Psicóloga graduada pela Universidade de Fortaleza tendo também graduação em Direito pela mesma Universidade, atuando na política de Assistência Social desde 2003, com trabalhos desenvolvidos no Centro de Referência da Assistência Social; Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS; Compôs Equipe Técnica de Alta Complexidade; Atualmente coordena a Proteção Social Especial do município de Maracanaú. Professora das Disciplina Direito e Legislação do Serviço Social,, Psicologia Social, e Gênero na Faculdade Kurios. Compôs o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Fortaleza – COMDICA; Compôs o colegiado do Conselho Estadual da Assistência Social e o Fórum Estadual de Trabalhadores da Assistência Social, representando o CRP 11. Como conselheira do CRP 11, foi Coordenadora das Comissões de Orientação e Fiscalização, Comissão de Direitos Humanos e membro da Comissão de Políticas Públicas. Atualmente compõe o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Maracanaú, e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Maracanaú, e Participa do Fórum Estadual da Assistência Social, e do Coletivo de Conselheiras de Políticas para Mulheres da Região Metropolitana de Fortaleza.

JEANE SASKYA CAMPOS TAVARES
Psicóloga (UFBA), doutora em Saúde Pública pelo Instituto de Saúde Coletiva da UFBA (ISC/UFBA). Docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Coordenadora do Ambulatório de Atenção Psicológica a Pessoas que Vivem com Condições Crônicas (APC/UFRB), vice coord. do Serviço de Psicologia da UFRB, Coordenadora do Ambulatório de Atenção Psicológica a Pessoas que Vivem com Condições Crônicas (APC/UFRB).Líder do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão em Saúde Coletiva da UFRB (GIPESC). Pesquisadora associada do Grupo de Pesquisa e Cooperação Técnica FA-SA: Comunidade, Família e Saúde (FASA- ISC/UFBA). Membro do GT de saúde da pop negra da Sociedade Brasileira de Medicina de família e Comunidade (SBMFC). Criadora pagina @saudementalpopnegra.

ELIANE SILVIA COSTA
Psicóloga graduada pelo Instituto de Psicologia da USP, doutora em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP, com formação em Psicanálise dos Laços Sociais pelo Institut de Recherche en Psychothérapie e pelo Laboratório de Estudos em Psicanálise e Psicologia Social do IPUSP (LAPSO-IPUSP). É especialista na área de Saúde Mental pelo Ministério da Saúde. Tem experiência em psicologia clínica e social e atua principalmente nos seguintes temas: psicologia social, política pública, relações étnico-raciais, quilombo, supervisão clínica e institucional. Atualmente é pesquisadora associada ao LAPSO-IPUSP, professora do curso de psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Fronteiras da Universidade Federal de Roraima, bem como pesquisadora colaboradora do Instituto de Psicologia da USP.

CINTHIA CRISTINA DA ROSA VILAS BOAS
Cinthia Cristina da Rosa Vilas Boas – educadora social, militante do movimento negro, articuladora da REAJU (Rede articula juventude de Campinas) e psicóloga, formada pela Universidade São Francisco – USF (Itatiba). Atualmente como Psicóloga na Média Complexidade (Politica do SUAS) no SOS Ação Mulher e Família. Foi conselheira do Conselho Municipal de Direitos Humanos na gestão 2013 – 2015. Participante do Fórum de Integração e Cultura Afro-Brasileira da Unicamp (FICAFRO). Colaboradora da Subsede de Campinas desde 2011 e do Grupo de Trabalho em Relações Raciais, instaurado em Fev/2015. Atualmente Secretária de Politicas Sociais no Sindicato dos Psicólogos de SP.

THAYANARA SOUSA SILVA
Thaynara Sousa Silva, indígena do povo Xerente. Psicóloga formada pela Universidade Católica de Brasília. Atuando na clínica e realizando atendimentos aos estudantes indígenas da Universidade de Brasília- UNB. Membra convidada da Comissão Especial de Psicologia de Diversidade Étnico Racial do CRP01 no período de 2017 a 2019.

JAQUELINE GOMES DE JESUS
Professora de Psicologia do Instituto Federal do Rio de Janeiro – IFRJ. Doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações pela Universidade de Brasília – UnB. Pós-Doutora pela Escola Superior de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas – CPDOC/FGV Rio. Pesquisadora-Líder do ODARA – Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Cultura, Identidade e Diversidade (IFRJ). Ocupou o cargo de Assessora de Diversidade e Apoio aos Cotistas e Coordenadora do Centro de Convivência Negra da UnB entre 2004 e 2008. Foi Conselheira do Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (gestão 2013-2016). Agraciada em 2016 com o Prêmio Rio Sem Homofobia, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, e em 2017 com a Medalha Chiquinha Gonzaga, da Câmara de Vereadores da Cidade do Rio de Janeiro.

ARTHUR FERNANDES SAMPAIO
Psicólogo graduado pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Especialista residente em Atenção Básica/Saúde da Familia e Comunidade pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), docente do curso de Psicologia da Universidade Potiguar, campus Mossoró/RN, Membro da Comissão de Direitos Humanos do CRP/17, Membro da Articulação Nacional de Psicólogas/os Trans (ANP trans), Militante trans.

VITÓRIA BERNARDES FERREIRA
Formada em Psicologia na PUCRS (2008), com experiência em Recursos Humanos e psicologia social. Começou sou experiencia profissional através de estágios na Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Urbana de Porto Alegre/RS e no 1º Juizado da Infância e da Juventude de Porto Alegre/RS. Atuou como líder no programa de inclusão do grupo RBS, como consultora em Inclusão de Pessoas com Deficiência na Desenvolver Consultoria e no atendimento e acompanhamento a pessoas com deficiência no Projeto Rumo Norte. Ao lado de outras mulheres com deficiência, está construindo o Coletivo Feminista Helen Keller, que pauta um feminismo pensado e feito por mulheres com deficiência. Participa também da UBM – União Brasileira de Mulheres e Rede Desarma Brasil. Possui atuação no controle social, onde está como Conselheira Nacional de Saúde (CNS) e Conselheira Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência do Rio Grande do Sul (COEPEDE/RS). Integra também a Comissão Intersetorial de Atenção a Saúde das Pessoas com Deficiência (CIASPD/CNS) e a Comissão Intersetorial de Saúde da Mulher (CISMu/CNS)