Notícias

04/11/2014 - 11:29

CFP participa de reunião da organização da 2ª CNPDC

Para representante da Autarquia, a Psicologia das Emergências e Desastres pode auxiliar tanto na prevenção como na atenção ao desastre

A Comissão Organizadora da 2ª Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil (CNPDC) se reuniu em Brasília, nesta segunda-feira (3/11), no Hotel Saint Peter, para tratar dos encaminhamentos a fim de conhecer a metodologia que será utilizada na Etapa Nacional da 2ª CNPDC e aprovar o seu regimento.

A reunião foi coordenada por Armin Augusto Braun, diretor do Departamento de Minimização de Desastres do Ministério da Integração Nacional (MI), e Marcelo Schimidt, consultor de Metodologia da 2ª Conferência de Proteção e Defesa Civil.  Além deles, estiveram presentes aproximadamente 40 representantes da Comissão de Organização Nacional de diferentes estados, gestores da Defesa Civil, instituições de pesquisa e ONGs.

Segundo a representante do Conselho Federal de Psicologia (CFP) no encontro, a psicóloga Ionara Rabelo, foi apresentada na reunião a Comissão de Organização Nacional, e um resumo de todas as conferências municipais que iniciaram em novembro de 2013 e culminam agora. Rabelo destaca que mais de 50% de municípios brasileiros e 18 mil pessoas participaram das etapas municipais e estaduais, e que são esperados aproximadamente 1,2 mil delegados para Conferência Nacional. Após essas explanações, foi lido e aprovado o Regimento da CNPDC.

Importância

Ionara Rabelo aponta a importância da participação do CFP na discussão para demonstrar o compromisso da Psicologia com a construção de cidades resilientes. Segundo ela, debater a Psicologia das Emergências e Desastres pode auxiliar tanto na prevenção como na atenção ao desastre. “Muito importante é demonstrar a capacidade que a Psicologia tem de articular as políticas públicas para a construção de metodologias para a percepção de risco e gestão intersetorial em situações de desastres”, reforçou.