Notícias

08/04/2016 - 11:25

CFP realiza debate sobre o trabalho do (a) profissional da Psicologia no Sistema Prisional

Especialistas debaterão, no dia 12, o trabalho do psicólogo no sistema prisional, seus aspectos, conflitos e atividades

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) realiza, no próximo dia 12, um debate online com especialistas sobre o trabalho do (a) psicólogo (a) no Sistema Prisional. Os convidados tratarão sobre os aspectos da atividade profissional, assim como os conflitos enfrentados.

Com o debate, o CFP busca contribuir para a qualificação e organização da atuação profissional. Deverão ser discutidos também a contextualização do cotidiano do (a) psicólogo (a), condições de trabalho, questões éticas, a desconstrução e problematização da lógica do Exame Criminológico, atenção psicossocial e prática engajada e a realidade do sistema prisional no país. Os convidados debaterão a Psicologia enquanto ciência e profissão comprometidos com os Direitos Humanos.

Participam do debate Guilherme Augusto Portugal Braga (Mestre em Direito /professor assistente na Escola Superior Dom Helder Câmara), Cristina Rauter (Professora Doutora em Psicologia / UFF), Fátima França (Coordenadora do curso de Especialização em Psicologia Jurídica do Instituto Sedes Sapientiae e membro da Comissão de Política Criminal da OAB-SP) e Alvino Augusto de Sá (Professor Doutor / Faculdade de Direito da USP/ membro do IBCCRIM e do CNPCP/MJ).

O debate acontecerá das 16h às 18h15 e será mediado por Rodrigo Torres Oliveira, coordenador da Comissão de Psicologia Jurídica do CFP.

Você pode acompanhar o debate ao vivo pelo link https://www.youtube.com/watch?v=yfo2gOW_5EE e participar via redes sociais enviando perguntas pelo e-mail eventos@cfp.org.br ou usando a hashtag #PapoPsi

O Trabalho do Psicólogo no Sistema Prisional
Data: 12 de abril de 2016
Link de transmissão: https://www.youtube.com/watch?v=yfo2gOW_5EE
Horário: 16h às 18:15h

Leia também o PARECER TÉCNICO SOBRE A ATUAÇÃO DO(A) PSICÓLOGO(A) NO ÂMBITO DO SISTEMA PRISIONAL E A SUSPENSÃO DA RESOLUÇÃO CFP N. 012/2011