Notícias

01/07/2022 - 9:48

CFP promove live para fortalecer mobilização em defesa da jornada de até 30 horas para a Psicologia

Transmissão ao vivo acontecerá na sexta-feira (1), a partir das 16h, com a participação de parlamentares e de representante da Federação Nacional dos Psicólogos

O Projeto de Lei 1214/2019 – conhecido como PL das 30 Horas da Psicologia – está pronto há algumas semanas para deliberação na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados. Entretanto, manobras regimentais têm sido utilizadas por parlamentares do Novo/MG e do PL/RS para adiar a análise da matéria.

Para fazer avançar a tramitação do PL 1214/2019 e garantir a votação da proposta, o Conselho Federal de Psicologia (CFP), em colaboração com os Conselhos Regionais (CRPs) e a Federação Nacional dos Psicólogos (Fenapsi), tem estado atuante na incidência junto a parlamentares.

Para fortalecer essa ação, o CFP promove na sexta-feira (1) live sobre as estratégias de mobilização de psicólogas e psicólogos, bem como da sociedade em geral, na defesa da jornada semanal de até 30 horas para a categoria.

O evento será mediado pela presidente do Conselho Federal de Psicologia, Ana Sandra Fernandes, e contará com a participação do deputado federal Rogério Correia (PT/MG), relator do projeto, e de Vânia Maria Machado, presidente da Federação Nacional dos Psicólogos (FENAPSI).

A programação conta com o lançamento de um site de mobilização, que apresenta um panorama geral do tema e permite o envio direto de mensagem a parlamentares. O objetivo é alcançar o maior número de congressistas em defesa da aprovação do Projeto de Lei 1214/2019.

Uma luta necessária
Consta na pauta da próxima terça-feira (5), a partir das 13h, da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara Federal, a análise do PL 1214/2019. Mobilizar a categoria e a sociedade nos próximos dias, portanto, é fundamental para avançar na luta por uma jornada de trabalho adequada para psicólogas e psicólogos.

Em recente posicionamento assinado pelo Sistema Conselhos de Psicologia (que agrega o CFP e todos os 24 Conselhos Regionais), a Federação Nacional dos Psicólogos (Fenapsi), a Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho (SBPOT) e o Fórum de Entidades Nacionais da Psicologia Brasileira (FENPB) foram apresentadas dez razões pelas quais a aprovação da jornada de até 30 horas semanais para psicólogas(os) se torna medida essencial.

As entidades destacam que as especificidades da profissão – que lida diretamente com problemas ligados aos cuidados com a saúde – tornam insalubre as jornadas extensas de trabalho. Assim, as(os) profissionais que cumprem jornadas extenuantes de trabalho têm sua saúde severamente impactada. Além disso, a jornada de trabalho de até 30 horas para a categoria já é prevista na legislação de parte considerável de municípios e estados brasileiros, sendo imprescindível, portanto, a uniformização das legislações e a equiparação com outras categorias profissionais da área da Saúde que já conquistaram tal jornada laboral.

A luta está inserida na defesa da saúde como direito universal e articula-se com a defesa de políticas públicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), representando avanços no cuidado e na assistência à população.

Serviço
Live “Em Defesa das 30 Horas para a Psicologia – PL 1214/2019″
Data: 1º de julho
Horário: 16h
Acompanhe ao vivo pelas redes sociais do CFP

Leia mais

Comissão de Trabalho pode votar PL das 30 Horas nesta terça

CFP entrega na Câmara dos Deputados moção em defesa da jornada de até 30 horas para psicólogas(os)

PL das 30 Horas pode ser votado pela Comissão de Trabalho na 3ª feira

Em razão da Covid-19, Comissão de Trabalho cancela reunião deliberativa desta terça

PL das 30 Horas é incluído na pauta e pode ser votado pela Comissão de Trabalho nesta 3ª feira

30 horas da Psicologia: Comissão de Trabalho pode votar projeto na terça-feira (24)

PL 30 Horas da Psicologia é retirado da pauta da Comissão de Trabalho da Câmara

Posicionamento conjunto em defesa da jornada de 30 horas para psicólogas e psicólogo

*Matéria editada em 1/7/2022, às 11h25