Notícias

04/10/2019 - 18:47

Para pressionar pela sanção do PL 3688/2000, Psicologia e Serviço Social reúnem-se com MEC

CFP, CFESS e demais entidades das duas áreas conversaram com diretor do MEC para tratar da sanção de Projeto que garante presença da Psicologia e do Serviço Social nas redes públicas de educação básica

Em mais uma ação para pressionar pela sanção do Projeto de Lei 3688/2000, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) reuniu-se com o Diretor do Departamento de Regulação da Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Danilo Leite Dalmon, nesta quinta-feira (3). Aprovado na Câmara dos Deputados no último dia 12 de setembro, o PL 3688/2000 dispõe sobre a prestação de serviços de Psicologia e de Serviço Social nas redes públicas de educação básica. O Projeto aguarda sanção presidencial para virar lei.

Além do CFP, participaram da reunião o Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), a Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), a Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (Abep), a Federação Nacional dos Psicólogos (FENAPSI) e a Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS).

A conselheira Norma Cosmo representou o CFP na reunião com o diretor do MEC e saiu confiante do encontro. “Fomos muito bem recebidas. Deixamos materiais com o MEC, referências técnicas, pesquisas, produtos do debruçar da Psicologia e do Serviço Social sobre o assunto. Sabemos que a Presidência vai recorrer aos seus setores para orientar quanto à sanção, e por isso fomos ao MEC pedir esse apoio, esse parecer favorável, mostrando as razões e os argumentos para a sanção”, explicou.

Para ela, a mobilização das entidades e da categoria são fundamentais para pressionar pela sanção do PL e garantir a presença da Psicologia e do Serviço Social na rede pública de ensino.

“Agora, a mobilização não pode e não deve parar. Convocamos todas as psicólogas e psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação e a sociedade em geral a participar do abaixo-assinado. Precisamos nos mobilizar para garantir a sanção”, frisou.

Daniela Ribeiro Castilho, do Conselho Federal de Serviço Social, também avaliou a reunião com o MEC como estratégica para garantir a sanção do Projeto de Lei. “Mostramos ao representante do governo qual a importância desses profissionais dentro da rede básica de ensino, mostrando também a importância de uma equipe integral, uma equipe que possa atuar em um caso de violência, que possa atuar nesse processo de ensino-aprendizagem”. E concluiu: “Saímos dessa reunião muito confiantes de que o governo pode ter a sensibilidade de sancionar esse PL”

Norma Cosmo lembrou, ainda, que o PL estava há 19 anos tramitando no Congresso e, na sua avaliação, os episódios recentes de violência nas escolas, como o ocorrido em Suzano e no Realengo, serviram de motivação a mais para a retomada da mobilização pela aprovação do Projeto. “Estivemos diversas vezes na Câmara dos Deputados, conversando com líderes de bancadas, falando especificamente da importância do PL, das razões para sua aprovação. A deputada Jandira Feghali tomou para si, pediu o requerimento de urgência e a partir daí conseguimos a aprovação”, destacou.

Psicologia na rede pública

O PL 3688/2000 prevê que as redes públicas de educação básica contem com serviços para atender às necessidades e prioridades definidas pelas políticas e redes educacionais, por meio de equipes multiprofissionais.

O Texto do PL destaca ainda que as equipes multiprofissionais deverão desenvolver ações voltadas para a melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem, com a participação da comunidade escolar, atuando na mediação das relações sociais e institucionais.

“Estamos próximos da possibilidade concreta de termos o psicólogo e o assiste social na rede pública de ensino, para de fato somar junto à equipe pedagógica da escola e fazer a tarefa educativa que é de todos e envolve o processo de ensino-aprendizagem, envolve todos os segmentos das redes públicas de ensino, da gestão escolar, da produção de documentos, das relações que perpassam todas as atividades próprias da política pública de educação”, finaliza a conselheira do CFP.

 

 

Leia mais

CFP vai ao MEC tratar de sanção do PL sobre Psicologia na rede pública de ensino

Chegou a hora de mobilizar pela sanção do PL sobre Psicologia e Serviço Social na rede pública de Educação

Aprovado na Câmara o PL sobre serviços de Psicologia na educação básica

Está na pauta de votação da Câmara o PL que dispõe sobre serviços de Psicologia na educação básica

CFP disponibiliza à categoria as Referências Técnicas sobre Educação Básica

Está na pauta de votação da Câmara o PL que dispõe sobre serviços de Psicologia na educação básica

Câmara aprova requerimento de urgência para votação do Projeto de Lei sobre Psicologia nas Redes de Ensino

CFP visita lideranças na Câmara para debater importância de Psicologia nas escolas