CFP publica resolução que fortalece Rede Crepop no Sistema Conselhos de Psicologia

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) publicou a Resolução No 14/2022, que institucionaliza o Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (Crepop) como ferramenta permanente de gestão no Sistema Conselhos de Psicologia.

Na prática, a normativa garante a continuidade de funcionamento do Crepop, responsável pela elaboração de referências técnicas para psicólogas(os) que atuam nas políticas públicas.

A presidente do CFP, Ana Sandra Fernandes, explica que esta é uma área de trabalho em expansão. “A aproximação da Psicologia com o campo das políticas públicas é uma das prioridades do CFP. Por isso, institucionalizar o Crepop no Conselho Federal e nos Conselhos Regionais de Psicologia tem o efeito de olhar para o que construímos até o momento e garantir o funcionamento e expansão dessa importante ferramenta que auxilia no acesso da população à Psicologia”.

Segundo a conselheira do CFP responsável pelo Crepop, Neuza Guareschi, o Centro de Referência Técnica veio para transformar politicamente a prática da Psicologia na sociedade. “A gente vê Brasil afora que as referências do Crepop são quase que um manual do trabalhador e da trabalhadora da Psicologia nas políticas públicas. A partir dessa resolução instauramos uma rede, principalmente pela formalização de uma estrutura no CFP, passando também por todo Sistema Conselhos, como algo dentro dos princípios administrativos e jurídicos da instituição”, destaca.

Preservando a autonomia administrativa e financeira dos Conselhos Regionais de Psicologia (CRPs), a Resolução cria o CREPOP no CFP, bem como a Rede Crepop como espaço coletivo e não deliberativo de operacionalização das ações. O documento ainda aponta que caberá aos CRPs constituir unidades locais do Crepop e formalizar interesse em compor a Rede Crepop.

Referências Técnicas

O Crepop tem como principal objetivo sistematizar e difundir o conhecimento sobre a interface entre Psicologia e políticas públicas. Através das Referências Técnicas é possível demonstrar a contribuição da Psicologia na elaboração e implementação de políticas públicas mais humanizadas a partir da compreensão da dimensão subjetiva dessas políticas. Desse modo, é possível promover a interlocução da Psicologia com espaços de formulação, gestão e execução de políticas públicas.

Diversas políticas públicas, serviços, programas e temas transversais já foram focos de pesquisa do Crepop, totalizando mais de 20 documentos de referências publicados, além de guias orientadores para gestores e diversos relatórios de pesquisa.

Conheça as referências técnicas já produzidas pelo Crepop.

Saiba mais:

Inscrições abertas: Crepop realiza seminário “Defesa e Resistência da Psicologia nas Políticas Públicas”

 

Conapir debate enfrentamento às desigualdades raciais

O enfrentamento ao racismo e a promoção da igualdade racial no Brasil é o que une lideranças e representantes da sociedade civil, governos municipais, estaduais e federal na IV Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (IV Conapir), que ocorrerá, dias 27 a 30 de maio, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília (DF). O Conselho Federal de Psicologia (CFP) faz parte da comissão organizadora do evento, representado pela conselheira Célia Zenaide.

A quarta edição do Conapir terá como tema “O Brasil na década dos afrodescendentes: reconhecimento, justiça, desenvolvimento e igualdade de direitos”. Há, ainda, quatro subtemas e 12 eixos ou grupos de trabalhos com diversos assuntos que permeiam a realidade das populações negra, quilombola, cigana, judaica, árabe e palestina.

Como o enfrentamento ao racismo e à desigualdade racial permeia a prática profissional da Psicologia, o CFP solicita aos profissionais da área que participarão do Conapir o preenchimento de um formulário para promover o contato entre os que atuam ou militam no campo da igualdade racial.

Conapir

A cada quatro anos, a conferência reúne representantes da sociedade civil e do governo para dialogar sobre as políticas públicas para o enfrentamento do racismo no Brasil. As discussões da IV Conapir serão orientadas por quatro subtemas: do reconhecimento dos afrodescendentes; da garantia de justiça aos afrodescendentes; do desenvolvimento dos afrodescendentes e discriminação múltipla ou agravada dos afrodescendentes.

Tema e subtemas são norteados pelo Plano Plurianual 2016-2019 e pelo Plano Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Planapir), que buscam consolidar a transversalidade das políticas para a população negra e de superação do racismo.

Etapa Norte do Seminário de Psicologia e Políticas Públicas no PA

A etapa da Região Norte do IX Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas ocorrerá nos próximos dias 5 e 6 de abril no Auditório José Vicente Miranda, Instituto de Ciências jurídicas (ICJ), na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém (PA). O evento será transmitido on-line pelo Facebook e YouTube do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Acompanhe a transmissão do evento.

O Seminário Norte é o primeiro dos que serão realizados nas cinco regiões do Brasil, com o tema “Conjuntura política e as práticas da Psicologia nas Políticas Públicas”, e tem o objetivo de discutir os impactos da conjuntura nas políticas públicas e como isso afeta o exercício profissional de psicólogas e psicólogos. Organizado pelo Centro de Referências Técnicas em Psicologia e Políticas Públicas (Crepop), o evento é uma realização conjunta do CFP com os CRP 10 (PA/AP), CRP 20 (AM, AC, RO, RR) e CRP 23 (TO).

As políticas públicas representam um campo de trabalho importante para o exercício da Psicologia. A Saúde, Assistência Social, Educação e Justiça estão entre as áreas com maior presença de psicólogas e psicólogos. Por isso, o IX Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas convoca a categoria a construir uma agenda de enfrentamento ao desmonte das políticas públicas.

Serviço

IX Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas – Região Norte (Inscrições encerradas)
Data: 5 e 6 de abril de 2018
Horário: 9h às 18h
Local: Belém/PA
Endereço: UFPA – Campus II (Av. Perimetral)
Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ)
Auditório José Vicente Miranda

Inscrições pelo site politicaspublicas.cfp.org.br

Confira a programação do IX Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas:

Dia 5 de abril – Manhã

9h – 10h: Mesa de Abertura (Conselho Federal de Psicologia, Conselhos Regionais de Psicologia – CRP 10, 20 e 23); – com transmissão ao vivo

10h – 12h: Conferência Magna: “Conjuntura Política e impacto nas Políticas Públicas”
– com transmissão ao vivo. – Prof. Dr. Paulo Amarante.

Dia 5 de abril – Tarde

14h – 16h: Mesa Redonda: Psicologia e Políticas Públicas: desafios da formação e da prática” – Profa. Dra. Isabel Fernandes (UFRN) – com transmissão online

16h-18h: Rodas de Conversa e Resistência

18h: Atividade cultural

Dia 6 de abril – Manhã

9-11h: Mesa Redonda: “A atuação Psi na Amazônia: relato de experiências”
– com transmissão online

11h-12h: Diálogo acerca do Encontro de Povos Indígenas

12-14h: Intervalo

14-17h: Rodas de Conversa e resistência

Dia 6 de abril – Tarde

17-18h: Mesa redonda: “Psicologia, impactos ambientais e direitos humanos na Amazônia”
– com transmissão online

18h-19h: Palestra Profa. Dra. Neuza Guareschi (UFRGS)
– com transmissão online

Alagoas recebe fórum sobre exercício profissional em Psicologia

“O exercício profissional em debate” é o tema do Fórum Regional de Psicologia que acontecerá nos próximos dias 24 a 26 de fevereiro, na capital de Alagoas, Maceió. Realizado pelo Conselho Regional de Psicologia de Alagoas (CRP-15) em parceria com o Conselho Federal de Psicologia (CFP), o evento debaterá os problemas e desafios do cotidiano dos (as) profissionais psicólogos (as) nas mais diversas áreas de atuação.

Para aproximar a Psicologia às demandas da sociedade, os organizadores propõem a discussão acerca de temas relacionados à atuação em Psicologia em vários campos, como nas políticas públicas, assistência social, saúde mental, áreas jurídica e forense, trânsito, hospitalar, psicoterapia, neuropsicologia, avaliação psicológica, educação e outras.

O Fórum contará, ainda, com a participação de representantes de vários Conselhos Regionais, como do Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Santa Catarina.

As inscrições gratuitas, para profissionais e acadêmicos de Psicologia, poderão ser realizadas no prédio sede do CRP-15 (Maceió), na Subsede Arapiraca, ou no local do evento.

Fórum Regional de Psicologia: “O Exercício Profissional em Debate”
Quando: 24 a 26 de Fevereiro de 2016
Onde: Hotel Atlantic Suítes (antigo Meliá Maceió Hotel) / Maceió – Alagoas

Veja a programação completa em http://novo.crp15.org.br/